Leonelzinho consegue registro de candidatura após renúncia em 2015

05/09/2016 17:52

Ex-vereador de Fortaleza foi alvo de denúncias do MPCE e OAB.
TRE já julgou 99% dos pedidos de candidatura feitos em Fortaleza.

 
 
Leonelzinho negou, em depoimento, supostos crimes de nepotismo (Foto: Genilson de Lima/Câmara de Fortaleza)Leonelzinho negou, em depoimento, supostos
crimes de nepotismo
(Foto: Genilson de Lima/Câmara de Fortaleza)

A Justiça Eleitoral aceitou o pedido de candidatura do ex-vereador de FortalezaLeonelzinho Alencar, que renunciou ao mandato em junho de 2015 para escapar de uma eventual inegibilidade quando foi alvo de denúncias de fraude eleitoral e improbidade administrativa.

De acordo com o promotor Ricardo Memória, que questionou a candidatura de Leonelzinho, o Ministério Público desistiu de recorrer a uma segunda instância porque entende que o TSE deve ratificar a decisão de primeira instância.

Segundo o promotor, Lenelzinho Alencar renunciou ao mandato de vereador antes de ser formalizada qualquer denúncia contra ele; no caso de A Onde É, que teve o pedido de candidatura negado, a renúncia ocorreu durante o processo de denúncias.

Outros dois pretensos candidatos tiveram a candidatura negada desde a semana passada, ambos por falta de prestação de contas na eleição de 2012.

Julgamentos
Os cinco juízes da Comissão de Registro de Candidatura, em Fortaleza, já julgaram 99% dos pedidos de registro dos candidatos que concorrerão aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador na capital. Dos 1.129 pedidos aceitos no Sistema Cand, apenas 14 ainda estão sendo analisados, referentes às vagas remanescentes.

Em todas as zonas eleitorais do Ceará, mais da metade (50,45%) dos 14.748 pedidos de registros estão julgados. Deste total, 7.091 foram deferidos (14 com recurso) e 197 indeferidos (31 com recurso). Houve ainda 149 renúncias de candidatos.

 

fonte(glo.bo/2bSnRPn

 

Voltar