Polícia Civil prende 2 suspeitos de praticar 9 ataques a bancos no Ceará

27/08/2015 12:55

Um dos suspeitos, um paulista, já responde a 23 procedimentos policiais.
Cearense responde a 17 procedimentos policiais.

 

 

Polícia prende 2 suspeitos de praticar 9 ataques a bancos no Ceará (Foto: Polícia Civil)Polícia apreendeu dois fuzis, revólveres e uma
pistola de calibre .40  (Foto: Polícia Civil)

Dois homens suspeitos de assaltar pelo menos nove bancos no Ceará em 2013 foram presos em uma operação da Polícia Civil no último sábado (22),  na Prainha, no município de Aquiraz.

De acordo com a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), a dupla, um cearense e um paulista, respondem a 40 procedimentos policiais. Com os dois homens, a polícia apreendeu dois fuzis, dois revólveres e uma pistola.

O paulista de 48 anos, vulgo “Naldo”, que responde a 23 procedimentos policiais e possui três mandados de prisão em aberto, além de ter sido condenado a 25 anos de prisão, foi capturado na companhia do cearense de 29 anos conhecido como “Daniel Bombado”, que responde a 17 procedimentos policiais, sendo 11 por roubo, além de um por homicídio, dois por porte ilegal de arma de fogo e três por associação criminosa.

O paulista é apontado como chefe de uma organização criminosa atuante em ataques a instituições financeiras em todo país. Eles são envolvidos em, pelo menos, nove casos desta natureza no Ceará. Um dos delitos mais recentes do grupo criminoso teve como alvo uma agência bancária localizada no município de Mombaça, que foi atacada no último dia 19.


As atividades criminosas começaram a ser desarticuladas pela Policia Civil cearense no último dia 6, com as capturas de quatro integrantes do grupo. Entre os presos, um gerente do Banco do Brasil. A ação evitou ainda, mais um ataque que o bando estava planejando.Nas residências dos infratores, a polícia apreendeu o seguinte armamento: dois fuzis de calibres 762 e 556; dois revólveres de cal. 38; e uma pistola de cal. .40; além de várias munições. Os dois foram autuados por roubo, associação criminosa, uso de documento falso e porte ilegal de munições e arma de fogo de uso restrito.Grupo desfeito

FONTE (https://glo.bo/1fHUEF8)

 

Voltar