Vendas do comércio no Ceará registram queda de 10,8% em maio

12/07/2016 16:27

Na comparação mensal, recuo foi de 1% em relação a abril.
Pesquisa Mensal do Comércio foi divulgada pelo IBGE nesta terça (12).

 

No Ceará, o volume de vendas no comércio varejista teve queda de 10,8% em maio, na comparação com o mesmo mês de 2015, conforme divulgou nesta terça-feira (12) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em abril, o índice havia recuado 5,3%, comparado com o mesmo mês do ano passado.

O resultado de maio é o pior do ano no estado, que acumula queda de 6,9% desde janeiro, e de 6% nos últimos 12 meses.

A variação cearense em maio também foi pior que o resultado nacional, que teve queda de 9%.

Na comparação com abril, na série com ajuste nacional, a queda no Ceará foi de 2,7%. Foi o sexto pior índice na comparação com outros estados, atrás de Roraima (-6%), Pará (-5%), Amazonas (-3,5%), Amapá (-3%) e Goiás (-2,8%).

Brasil
As vendas do comércio varejista brasileiro recuaram 9% em maio na comparação com o mesmo mês de 2015, registrando a maior queda para o mês desde 2001, segundo o IBGE.

Na comparação com abril, que registrou alta de 0,3% (dado revisado), a queda foi de 1%, a maior para o mês desde 2000. O resultado está 12% abaixo do ponto mais alto da série, observado em novembro de 2014.

No ano, de janeiro a maio, as vendas acumulam recuo de 7,3% e, nos últimos 12 meses, de 6,5%.

Segundo Isabella Nunes, gerente de serviços e comércio do IBGE, o resultado negativo de maio, em comparação com o ano anterior, foi influenciado principalmente pela evolução dos preços acima do índice geral da inflação, mercado de trabalho enfraquecido, número menor de trabalhadores com carteira assinada no setor privado e de salários.

“Há um maior número de pessoas sem carteira assinada, e a carteira assinada é o passaporte para ao crédito. O mercado formal traz segurança para o consumidor", disse.

 

 

Fonte: (glo.bo/29AJCF0)

 
 

 

Voltar